fbpx

Os bebês são pequenos, frágeis e necessitam de toda atenção desde o seu nascimento. A fase da amamentação é de extrema importância, isso porque o leite materno é essencial para a sobrevivência da criança. Afinal, você sabe qual a importância do aleitamento materno? Confira algumas informações sobre essa etapa tão importante da vida.

Bebês recém-nascidos devem ficar perto de suas mães e ser amamentados na primeira hora após o parto. O colostro, leite amarelado e grosso que a mãe produz nos primeiros dias após o nascimento, é o alimento ideal para recém-nascidos, pois é muito nutritivo e ajuda a proteger o bebê contra infecções. O bebê não precisa de nenhum outro alimento enquanto espera que a mãe produza mais leite.

O leite materno é a melhor fonte de nutrição para bebês, pois fornece todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento da criança. Além disso,  protege a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias, além de evitar o risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta.É também a melhor forma de diminuir as taxas de mortalidade infantil em até 13%, segundo o Ministério da Saúde.

Até quando o Aleitamento Materno é necessário?

Os bebês, até seis meses de idade, devem ser alimentados somente com leite materno. Também não precisam de chás, sucos, outros leites, nem mesmo o consumo de água. Após essa idade, deve ser dada alimentação capropriada, mas a amamentação deve continuar até o segundo ano de vida da criança ou mais.

Doação de Leite

A estratégia para incentivar a amamentação vem apresentando resultados. Os índices nacionais do aleitamento materno exclusivo entre crianças menores de 6 meses aumentaram de 2,9%, em 1986, para 45,7% em 2020. Já o aleitamento para crianças menores de quatro anos passou de 4,7% para 60% no mesmo período.

Em 2020, cerca de 181 mil mulheres doaram mais de 226 mil litros de leite materno.

Aleitamento Materno é um direito e um ato de amor!

Acima de tudo, todas as mães têm o direito de amamentar seus filhos. Seja no trabalho, em casa e até quando estão privadas de liberdade, elas têm direito a alimentar o seu filho no peito. O aleitamento materno é, da mesma forma, um direito da criança. De acordo com o artigo 9º do Estatuto da Criança e do Adolescente, é dever do governo, das instituições e dos empregadores garantir condições propícias ao aleitamento materno.

Portanto, a amamentação é uma etapa importante da vida, muito necessária para a sobrevivência do bebê. O leite materno tem o papel importante de alimentar, proteger e contribuir para o crescimento saudável da criança e por esse motivo, é indispensável! Confira outros assuntos em nosso blog: Nutrição Infantil; Depressão Infantil.

Fonte: Unicef Brasil; Ministério da Saúde.

O que achou do post? Deixe aqui seu comentário. :)