Quando se trata de câncer, o tipo mais comum entre os homens é o de próstata. Responsável por quase 29% das mortes da população masculina, a doença – que começa de forma silenciosa, deu origem à campanha de prevenção e conscientização “Novembro Azul”.

Sobre o Novembro Azul

Em resumo, tudo começou em 2013, em Melbourne – Austrália, quando dois amigos, em uma conversa descontraída, discutiam sobre a possibilidade de voltar a ter bigode, coisa que na época estava fora de moda.

Incentivados pela animação um do outro, resolveram que iriam tentar. Inspirados pelo projeto da mãe de um amigo, que levantava fundos para combater o câncer de mama, decidiram que fariam algo relacionada à saúde masculina.

No dia 17 de novembro, comemorava-se o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata. Sendo assim, os amigos escolheram o mês 11 como o período que deixariam o bigode crescer. Mais tarde, 30 outros amigos se juntaram e a ação foi ganhando cada vez mais repercussão.

Um ano depois, surgiu a Movember Foundation – junção das palavras moustache (“bigode”) e November (“novembro”) –, uma organização sem fins lucrativos que visava à arrecadação de fundos para o combate ao câncer de próstata. Legal, né?

No Brasil, o desafio do bigode não é muito conhecido. Entretanto, em mais de 20 países a campanha é chamada de No-Shave November, algo como “novembro sem barbear”.

Sobre o câncer de próstata

De acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca), no Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata.

Mas, afinal, o que é esse câncer?

É um tipo de patologia que se desenvolve em uma glândula que fica abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. Sua principal função é produzir o esperma.

Muitas doenças começam de forma silenciosa e quando há sintomas é porque – na maioria das vezes- o estágio da doença já está avançado, assim é com o câncer de próstata, a identificação tardia faz com que as chances de cura sejam muito menores.

Pacientes que possuem mais de 50 anos são alvos da doença, assim como aqueles que têm parentes que tiveram esse tipo de câncer. Além disso, homens negros possuem mais chances de ter a doença que homens brancos e a obesidade também é um fator de risco.

Sintomas

Como dito acima, esse tipo de câncer se desenvolve de forma silenciosa, quando alguns sinais começam a aparecer, significa que cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Na fase avançada, os sintomas são:

  1. Não conseguir urinar ou sentir muita dor ao tentar;
  2. Dificuldade de interromper o ato de urinar;
  3. Urinar em gotas ou jatos sucessivos;
  4. Dor nos testículos;
  5. Sentir que precisa fazer força para manter o jato de urina;
  6. Sensação de dor na parte baixa das costas ou na pélvis (abaixo dos testículos);
  7. Dor lombar, na bacia ou nos joelhos.
  8. Sangue na urina ou no esperma;
  9. Dor quando ejacula;
Como se prevenir?

Inicie os exames da próstata a partir dos 50 anos e em casos da doença na família, essa rotina de exames deve ser antecipada para os 45 anos. É necessário identificar o câncer o quanto antes para que o tratamento se torne mais simples, menos agressivo e mais rápido. As chances de curas são imensas, por isso, a importância do exame de rotina para diagnóstico precoce.

Tratamento

A indicação da melhor forma de tratamento vai depender de vários aspectos, como estado de saúde atual, por exemplo. Mas, em resumo, o tratamento para o câncer de próstata baseia-se no uso de técnicas como cirurgia e radioterapia.

Em entrevista concedida à redação Folha Vitória, o Oncologista Clínico, Wesley Vargas Moura, alerta: “a campanha do Novembro Azul também vem para romper tabus, ou seja, quebrar o preconceito sobre o exame de próstata. Em pleno século XXI e ainda ouvir homens dizerem que não vão ao urologista porque não querem ser tocados e que isso afeta sua masculinidade é um pensamento absurdo. Os homens precisam se cuidar e se prevenir. O exame é rápido, simples e fundamental para salvar muitas vidas”, explica ele.

Sendo assim, se você está no grupo de risco da doença, não deixe de ir ao médico e fazer exames rotineiros para ficar de olho na saúde, ok? E não esqueça de manter uma alimentação saudável, ser fisicamente ativo e evitar álcool e cigarro. Isso contribui para a melhoria da saúde em geral e podem ajudar na prevenção da doença.

Reforçar os cuidados com a saúde masculina e a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata é um dever de todos.

O que achou do post? Deixe aqui seu comentário. :)