Outubro está chegando e com ele um dos assuntos mais importantes quando se trata da saúde da mulher: o câncer de mama, afinal é uma das doenças que mais atinge o grupo feminino. Sendo o diagnóstico precoce o maior aliado para o tratamento, saiba como reconhecer sinais e sintomas da doença que originou a campanha “Outubro Rosa”.

Primeiramente, por que Outubro Rosa?

O movimento de conscientização de prevenção do câncer de mama, começou em 1990 nos Estados Unidos. A história se deu na última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York.

Posteriormente, o mês foi oficializado pelo congresso americano como “Outubro Rosa” em todo o país. Sendo assim, iluminar prédios públicos, monumentos, teatros e outros lugares com luzes cor-de-rosa virou uma ação popular. O evento passou a acontecer anualmente em todos os lugares do mundo, as cidades enfeitavam seus locais públicos com fitas na cor rosa e, como resultado, promoviam eventos como atividades esportivas e desfiles.

A história do Outubro Rosa no Brasil

No Brasil, o movimento se iniciou a partir de 2002, quando a a primeira iluminação rosa no Obelisco do Ibirapuera em São Paulo encantou toda a população. Foi um grupo de mulheres simpatizantes com a causa do câncer de mama que conduziu a campanha.

Confira alguns locais públicos no Brasil que foram iluminados pela cor rosa no mês de outubro.

  • Cristo redentor - outubro rosa
  • jardim botânico - outubro rosa
  • Brasília - outubro rosa
  • Monumentos iluminados - Outubro Rosa

Um estudo recém-publicado pela revista científica The Lancet, comprovou que iniciar mamografia de rotina a partir dos 40 anos reduz mortalidade do câncer de mama em até 25%. Para isso alguns hábitos precisam ser mudados.

Conheça o seu corpo

Antes de mais nada, é preciso saber reconhecer o que é normal em seu corpo e quais as alterações consideradas suspeitas do câncer de mama. Isso porque, a informação é fundamental para a detecção precoce dessa doença. Vamos lá?

Aproveite o período pós-menstruação, ou seja, quando as mamas estão menos inchadas para fazer uma autoavaliação. Avalie e procure alterações internas através do toque. Para as mulheres que já passaram a menopausa, o autoexame pode ser feito em qualquer época do mês. Confira a seguir, passo a passo de como fazer o autoexame.

Fonte: Instituto Reação

Feito isso, veja se alguns dos sinais abaixo foram detectados:

  1. Inchaço de toda ou parte de uma mama (mesmo que não se sinta um nódulo);
  2. Nódulo único endurecido;
  3. Irritação de uma parte da mama;
  4. Dor na mama ou mamilo;
  5. Inversão do mamilo;
  6. Vermelhidão na pele;
  7. inchaço da pele;
  8. Espessamento ou retração da pele ou do mamilo;
  9. Liberação de líquido pelo mamilo;
  10. Veias fáceis de observar;
  11. Assimetria entre duas mamas;
  12. Alteração na cor da aréola;
  13. Formação de crostas ou feridas na região das mamas;
  14. Coceira frequente;
  15. Nódulos ou inchaços perto das áxilas.

Quando diagnosticado precocemente, há até 95% de chance de cura. Por isso, é importante que toda mulher de 50 a 69 anos faça mamografia a cada dois anos. Além disso, hábitos como consumo excessivo de álcool e sedentarismo, podem potencializar a doença no corpo. Sendo assim, aposte em atividades físicas e uma refeição saudável para reduzir os ricos.

Dicas para reduzir as chances de ter câncer de mama

Vegetais podem ajudar na prevenção do câncer de mama por terem o poder de inibir a chegada de substâncias cancerígenas e, igualmente, consertar o DNA danificado quando a agressão já estiver começado. Sendo assim, abuse dos vegetais e varie no preparo.

Já os alimentos embutidos, ou seja, os ricos em sódio, que apresentam grande quantidade de sal, nitritos e nitratos são extremamente perigosos em qualquer estágio da doença. Não só para vítimas do câncer de mama, mas também para qualquer pessoa – em qualquer situação – consumir esse tipo de alimento pode impactar a longevidade. Confira aqui 5 alimentos que devemos tirar o quanto antes das nossas refeições.

Por fim, agora que você já sabe como surgiu o Outubro Rosa e sabe a importância de detectar a doença precocemente, aproveite este mês para cuidar da sua saúde e deixar seus exames em dia.

Fonte das imagens: Blog Japiassú

O que achou do post? Deixe aqui seu comentário. :)