Você sabia que as sementes são ótimas aliadas para a diminuição do colesterol, na comum guerra contra a balança e até para combater inflamações como as celulites?

As sementes são excelentes aliadas para uma dieta saudável e nutritiva.

Sim, as sementes merecem a nossa atenção – e mais espaço em nossos pratos. Famosas por manterem nosso organismo nutrido e contribuírem para uma dieta balanceada, as sementes, apesar de pequenas, são superpoderosas, versáteis e saborosas.

  • Equilíbrio das funções do organismo
  • Redução do risco de doenças crônicas
  • Fornecimento de antioxidantes, proteínas, vitaminas, minerais e fibras

Apesar de excelentes para a saúde, as sementes ainda não são populares na lista de compras dos brasileiros.  Especialistas acreditam que a falta de informação de seus nutrientes possa ser uma das razões para sua baixa popularidade.

Sendo assim, separamos aqui, algumas características de 7 sementes para você se familiarizar e escolher sua preferida. Vamos lá?

Sementes de Gergelim

Muita gente conhece essa sementinha como “enfeite” do pão de hambúrguer, certo? Mas o gergelim é rico em cálcio e fibras alimentares, trazendo benefícios aos nossos dentes, ossos e a saúde intestinal. Legal né? Além disso, estudos já comprovaram que seu consumo melhora os sintomas relativos à TPM.

Chia

De origem mexicana, a chia caiu na graça de atletas e adeptos a alimentação mais natural e saudável por conter em sua composição vitaminas do complexo B e minerais como cálcio, fósforo, magnésio, potássio, ferro, zinco e cobre.

Quer mais? Ajuda na prevenção do envelhecimento celular, é rica em antioxidantes (ácido caféico e clorogênico) que auxiliam na redução dos radicais livres. Da mesma forma, é fonte de fibras e auxilia no tratamento e prevenção de doenças como a diabetes e as cardiovasculares.

Sementes de Girassol

Cobre, selênio, zinco, ferro, fosfato, fito químicos, vitamina E..ufa! Um punhado de sementes da flor por dia beneficia órgãos como o coração, intestino, além de ter poder hidratante para a pele e cabelos e retardar o envelhecimento. Por ter magnésio e triptofano em sua composição, alivia o stress e ajuda no combate da ansiedade e depressão, por exemplo.

Sementes de Linhaça

Você sabia que a linhaça é a mais rica fonte vegetal de ômega 3?

Acima de tudo, ela ainda defende o organismo, retarda o envelhecimento das células e preveni doenças como câncer e problemas cardíacos. Recentemente, a linhaça ganhou o título de “superalimento” por ser nutritiva, conter proteína de alta qualidade e ajudar no controle do açúcar no sangue.

Para mais dicas de como evitar problemas cardíacos e hipertensão, leia nossa matéria aqui! Já sabemos que a abóbora é uma das queridinhas do universo saudável e, da mesma forma, podemos classificar suas sementes.

Elas são ricas em proteínas e fibras, além de vitamina E e sais minerais, como ferro, manganês, magnésio, fósforo, cobre e potássio. Consuma não apenas como aperitivo torrada mas em forma de óleo ou em de farinha.

Sementes de Melão

É comum o descarte de suas sementes no Brasil, no entanto, na Ásia e Oriente Médio por exemplo, há séculos as sementes de melão são consumidas devido a sua abundância em proteínas. Elas ajudam na manutenção da saúde dos ossos e músculos por serem fonte de cálcio e no ganho de massa magra (hipertrofia).

Sementes de Melancia

As sementes de melancia possuem propriedades diuréticas, antioxidantes e energéticas ajudando principalmente a eliminar o excesso de líquidos do corpo e reduzindo a retenção de líquidos.

Além disso, contribuem no combate de doenças associadas ao sistema renal, ajudam na prevenção da osteoporose e são ricas em ferro e ácido fólico, importantes na prevenção de alguns tipos de anemia. Em outras palavras, te mantém saudável e ativo.

Aposte no uso das sementes em sucos, saladas e até smoothies.

Abuse e use da criatividade. Nutricionistas indicam o consumo de porções de sementes ao menos 3x por semana já que os efeitos para sua saúde são graduais a longo prazo.

Mas atenção: as quantidades ideais de consumo variam de acordo com as necessidades nutricionais e objetivos individuais. Assim sendo, recomendamos que procure um médico especializado ou nutricionista para orientação da dieta ideal.

Onde encontrar?

É possível encontrar todas elas em feiras livres de rua, mercados, hortifrútis e casas de produtos naturais.Na maioria desses locais, as vendas são a granel, o que facilita na hora de escolher o tipo e quantidade que deseja comprar.

Há alguma restrição no consumo de sementes?

Sim, as sementes comestíveis possuem algumas contra-indicações para faixa etária e pessoas especificas.

Apesar de serem extremamente saudáveis para a maioria das pessoas, evite o consumo de sementes deve ser para crianças com menos de 2 anos de idade. No caso da linhaça – tanto a marrom como a dourada – não possuem indicação:

  • Para gestantes
  • Crianças antes da adolescência
  • Pessoas com problemas associados a tireoide
  • Mulheres com histórico de câncer de mama na família. Por fim, agora que você já conhece os benefícios do consumo das sementes, experimente algumas delas e escolha a sua preferida.

Sua saúde agradece!

1 comentário

O que achou do post? Deixe aqui seu comentário. :)